sábado, 30 de junho de 2012

FERNÃO DE MAGALHÃES GONÇALVES

Apenas o teu nome memória azul de fumo
assim as mãos vazias
apartarão melhor do tempo dos meus dias
a tua ausência sem rumo

fria corre a água da luz
sobre o teu rosto
uma luz sem o lume
fogo posto
do meu corpo
que a cor do teu olhar já não resume.

Poema de FERNÃO DE MAGALHÃES GONÇALVES
Livro - MEMÓRIA IMPERFEITA

2 comentários:

  1. Oii Boa noite :)
    Obrigada por me seguir,
    tambem ja estou ti seguindo!

    ResponderEliminar